comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sexta-feira, junho 06, 2008


CLAVE DE SOL

Um dia destes, pela tardinha
ao pôr do sol
vou pôr nas tuas as minhas mãos.
Quero senti-las belas, longas e esguias
tocar nas minhas sinfonias
em si bemol.
Um dia destes, pela tardinha
ao pôr do sol
quero que ponhas toda a ternura
nas pontas dos teus dedos
e com eles toques meus lábios
desvendes meus segredos
e com eles desenhes claves de sol
nos meus cabelos.
Um dia destes, pela tardinha
ao pôr do sol
vou pôr nas tuas as minhas mãos
para que nelas possas ler
na minha sina
esta paixão imensa, desmedida
este enorme si bemol
na clave de sol da minha vida ...

2 Comments:

  • At 1:36 da tarde, Blogger Graça Pires said…

    "Um dia destes, pela tardinha, ao pôr do sol..." Um poema cheio de musicalidade. Gostei muito. Um beijo.

     
  • At 8:51 da tarde, Blogger heretico said…

    belo e inspirado poema. pleno. de sol e paixão...

    excelente.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home