comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sábado, novembro 12, 2005

icert.2.jpg

CREPUSCULAR
A incerteza cai com a tarde
no limite da praia. Um pássaro
apanhou-a, como se fosse
um peixe, e sobrevoa as dunas
levando-a no bico. O
seu desenho é nítido, sem
as sombras da dúvida ou
as manchas indecisas da
angústia. Termina com a
interrogação, os traços do fim,
o recorte branco de ondas
na maré baixa. Subo a estrofe
até apanhar esse pássaro
com o verso, prendo-o à frase,
para que as suas asas deixem
de bater e o bico se abra. Então,
a incerteza cai-me na página, e
arrasta-se pelo poema, até
me escorrer pelos dedos para
dentro da própria alma.
Nuno Júdice

9 Comments:

  • At 1:07 da tarde, Blogger wind said…

    Espectacular poema, que maravilha! Beijos e boa semana*

     
  • At 3:42 da tarde, Blogger Peter said…

    Não conhecia o teu blog, como não conhecia o poema. Quanto a este, fiz download, para oportuna publicação. Gostei bastante, é o género de poesia que aprecio.
    Agradeço a tua visita ao n/blog e, como "mouro", não posso deixar de constatar que o Norte tem óptimos blogs.

     
  • At 8:09 da tarde, Blogger lique said…

    Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

     
  • At 8:11 da tarde, Blogger lique said…

    O poema é todo ele lindo mas aquele bocadinho:

    "Subo a estrofe
    até apanhar esse pássaro
    com o verso, prendo-o à frase,"

    é extraordinário. Gostei muito.
    Beijinhos, Maria

     
  • At 11:01 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    A poesia do Judice é excelente; a escolha da sua poesia é superlativa.
    Foi bom teres interrompido essa longa (preocupante) pausa. É certo que a edição regular na blogsfera é exigente. Eu chego a espantar-me como tenho conseguido manter este ritmo. Bom, miga, como és das antologiadoras de poesia com um método tão coerente, fazes favor de não nos privar com hiatos tão...tão!
    Bjs

     
  • At 11:04 da tarde, Blogger JPD said…

    Eu comecei: «A poesia de Judice...»
    Sem querer alterei a identidade.
    Bjs

     
  • At 2:17 da tarde, Blogger Márcia said…

    adoro nuno júdice, maria.
    beijazul daqui.

     
  • At 2:18 da tarde, Blogger Márcia said…

    olha o milagre: dos blogspots portugueses, só aqui, onde não tem as malditas letrinhas, consigo comentar. que bom!
    beijoutro.

     
  • At 12:19 da manhã, Blogger ernesto esteves said…

    Olá Maria,
    Muito bonito, sem dúvida. Gostei.
    Por acaso, ou não, foi bom ter-te encontrado também.
    Volta sempre que queiras.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home