comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sábado, novembro 26, 2005

patria.jpg

PÁTRIA

Por um país de pedra e vento duro
Por um país de luz perfeita e clara
Pelo negro da terra e pelo branco do muro

Pelos rostos de silêncio e de paciência
Que a miséria longamente desenhou
Rente aos ossos com toda a exactidão
Do longo relatório irrecusável

E pelos rostos iguais ao sol e ao vento
E pela limpidez das tão amadas
Palavras sempre ditas com paixão
Pela cor e pelo peso das palavras
Pelo concreto silêncio limpo das palavras
Donde se erguem as coisas nomeadas
Pela nudez das palavras deslumbradas

- Pedra rio vento casa
Pranto dia canto alento
Espaço raiz e água
Ó minha pátria e meu centro

Me dói a lua me soluça o mar
E o exílio se inscreve em pleno tempo.

Sophia de Mello Breyner

8 Comments:

  • At 2:16 da manhã, Blogger wind said…

    Activista em poema e na vida, Sophia de Mello Breyner fez lindospoemas, entre eles, este:)beijos:))**

     
  • At 9:59 da manhã, Blogger manuel said…

    "me dói a lua, me soluça o mar..."

    Como (nos) faz falta a Sofia. Agora. Grato.

    Beijos, Maria

     
  • At 1:50 da tarde, Blogger ernesto esteves said…

    Olá Maria,
    Obrigado por teres partilhado connosco este lindo poema.
    Bjs e passa um bom domingo ;)

     
  • At 9:49 da tarde, Blogger JPD said…

    Um poema admirável da Sophia.
    Boa escolha, maria!
    (Aliás, como sempre)
    bjs

     
  • At 12:50 da tarde, Blogger lique said…

    Em tantas coisas se reconhece a Pátria! E em tantas outras nos dói esta pátria nossa!
    Sophia, sempre. Uma torrente límpida.
    Beijinhos, Maria

     
  • At 6:15 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    olá
    Lindo blog

     
  • At 10:51 da tarde, Blogger Manel do Montado said…

    (...)Ó minha pátria e meu centro

    Me dói a lua me soluça o mar
    E o exílio se inscreve em pleno tempo.

    Bela escolha o poema dessa grande figura das letras que foi SM-BA.
    Beijo e voltarei,
    Bom feriado

     
  • At 9:07 da tarde, Blogger M.P. said…

    Lindo este Poema de Sophia! O nosso País em desencanto corresponde a esta Pátria assim descrita. Bom fim de semana, Maria! Espero que esteja tudo bem contigo! **

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home