comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

terça-feira, março 31, 2009






















O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do mundo...

Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo.Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...
O Mundo não se fez para pensarmos nele
(Pensar é estar doente dos olhos)
Mas para olharmos para ele e estarmos de acordo...

Eu não tenho filosofia: tenho sentidos...
Se falo na Natureza não é porque saiba o que ela é,
Mas porque a amo, e amo-a por isso,
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe por que ama, nem o que é amar...

Amar é a eterna inocência,
E a única inocência não pensar...

Alberto Caeiro

7 Comments:

  • At 3:26 da manhã, Blogger Sonia Schmorantz said…

    Que linda escolha, dá gosto sair a passear e encontrar poemas assim...
    beijo

     
  • At 5:02 da tarde, Blogger A.S. said…

    Obrigado por partilhares tão belo poema!

    A. Caeiro, continua fingindo, mas estará sempre entre nós através da sua incomparável poesia!


    Beijos

     
  • At 7:02 da tarde, Blogger vida de vidro said…

    "Pensar é estar doente dos olhos". Como isto é verdade! Uma frase que sempre me fascinou neste belo poema. Obrigada, Maria. **

     
  • At 11:49 da tarde, Blogger heretico said…

    que a "eterna novidade do Mundo" continue a inspirar-te...

    é bom vir aqui.sempre.

    beijos

     
  • At 1:57 da tarde, Blogger Graça Pires said…

    É Caeiro o poeta que mais gosto dos heterónimos de Pessoa. Este poema é um encanto.
    Um beijo.

     
  • At 7:29 da manhã, Blogger Sonia Schmorantz said…

    Feliz Páscoa
    Feliz renascer
    que a fé e a esperança sejam renovadas para que tenhas uma vida em paz e feliz.
    beijo

     
  • At 4:13 da manhã, Blogger Márcia said…

    Lindíssimo, Maria. Não conhecia.

    Um beijo grande, de saudade, daqui, do outro lado do mar, onde choveeeee.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home