comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sábado, janeiro 31, 2009



HORA

Sinto que hoje novamente embarco
Para as grandes aventuras,
Passam no ar palavras obscuras
E o meu desejo canta --- por isso marco
Nos meus sentidos a imagem desta hora.

Sonoro e profundo
Aquele mundo
Que eu sonhara e perdera
Espera
O peso dos meus gestos.

E dormem mil gestos nos meus dedos.

Desligadas dos círculos funestos
Das mentiras alheias,
Finalmente solitárias,
As minhas mãos estão cheias
De expectativa e de segredos
Como os negros arvoredos
Que baloiçam na noite murmurando.

Ao longe por mim oiço chamando
A voz das coisas que eu sei amar.

E de novo caminho para o mar.


Sophia de Mello Breyner Andresen




6 Comments:

  • At 4:17 da manhã, Blogger Sonia Schmorantz said…

    No caminho do mar sempre tem algo bom, pode ter certeza.
    Um abraço

     
  • At 3:47 da tarde, Blogger JPD said…

    Uma delícia,maria.
    bjs

     
  • At 1:12 da tarde, Blogger Graça Pires said…

    E de novo o caminho para o mar.
    Sophia sempre fantástica.
    Um beijo.

     
  • At 10:16 da tarde, Blogger heretico said…

    belo o "renascer". sempre...

    beijos

     
  • At 10:33 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    bonito, mas...mt triste

     
  • At 4:19 da manhã, Blogger Sonia Schmorantz said…

    A palavra mágica
    dorme na sombra
    de um livro raro.
    Como desencantá-la?
    É a senha da vida
    a senha do mundo.
    Vou procurá-la.
    Vou procurá-la a vida inteira
    no mundo todo.
    Se tarda o encontro, se não a encontro,
    não desanimo,
    procuro sempre.
    Procuro sempre, e minha procura
    ficará sendo
    minha palavra.

    Carlos Drummond

    Lindo domingo!
    abraços

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home