comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

domingo, maio 31, 2009



LUGAR DE JUNHO

É melhor não dormirmos
sob o árido labirinto da tristeza.
À nossa frente existe um pórtico
purificado por uma névoa de sons.
Vamos transgredir o limiar do absurdo,
porque encontramos um abrigo musical,
onde ninguém pode separar as nossas bocas
o percurso das águas outonais.
É verde o germe do sol nos nossos olhos
e, sem querer, a sombra de um pretexto
emerge do assombro de nós próprios
como um regresso plural da inocência.
Estamos num lugar de Junho
e qualquer sinal de ausência
pode ser apenas um veleiro
que partiu dos nossos dedos.

Graça Pires

3 Comments:

  • At 7:44 da manhã, Blogger Sonia Schmorantz said…

    Gosto muito dos poemas de Graça Pires, tenho muitos, mas este eu não conhecia, um belo poema para junho que hoje começa.
    beijo e boa semana

     
  • At 10:09 da tarde, Blogger heretico said…

    poema de intensa vibração. e de enorme beleza...

    gostei muito de ler aqui.

    a Graça é dotada de enorme talento literário.

    beijo

     
  • At 5:33 da tarde, Blogger Graça Pires said…

    Mais uma vez esta casa me recebe.
    Bem haja. Um beijo.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home