comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

quarta-feira, janeiro 19, 2005

amantes1.bmp

OS AMANTES SEM DINHEIRO

Tinham o rosto aberto a quem passava
Tinham lendas e mitos
e frio no coração
Tinham jardins onde a lua passeava
de mãos dadas com a água
e um anjo de pedra por irmão.

Tinham como toda a gente
o milagre de cada dia
escorrendo pelos telhados;
e olhos de oiro
onde ardiam
os sonhos mais tresmalhados.

Tinham fome e sede como os bichos,
e silêncio
à roda dos seus passos.
Mas a cada gesto que faziam
um pássaro nascia dos seus dedos
e deslumbrado penetrava nos espaços.

Eugénio de Andrade

6 Comments:

  • At 10:37 da tarde, Blogger lique said…

    Hoje, entre todos os dias, é dia de honrar a poesia incomparável de Eugénio de Andrade. E ti assim fizeste Maria. Obrigada. Beijinhos

     
  • At 7:08 da tarde, Blogger Å®t_Øf_£övë said…

    Tinham o amor e isso é muito importante para viver em paz e com felicidade.

     
  • At 11:38 da tarde, Blogger JPD said…

    Olá maria!
    Extraordinário poema desse teu (nosso) conterrâneo, de todo o lado. Bela escolha.
    Bjs

     
  • At 10:52 da tarde, Blogger Márcia Maia said…

    Nunca me canso de lê-lo. Obrigada, Maria. E um beijo.

     
  • At 9:22 da tarde, Blogger M.P. said…

    Boa semana .. tenho andado arredia por complicações lá pela minha "casa" que me tem andado a fazer umas partidas e me obrigou a começar a onfiguração do zero... mais uma vez!!:/Espero que TUDO esteja OK por estes lados!**

     
  • At 3:44 da tarde, Blogger manuel said…

    pronto! passou o meu amuo com os blogs...rss

    Eugénio de Andrade é um bom pretexto...

    beijos

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home