comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

quarta-feira, maio 11, 2005

destino.jpg


CONVITE

Não sou a areia
onde se desenha um par de asas
ou grades diante de uma janela.
Não sou apenas a pedra que rola
nas marés do mundo,
em cada praia renascendo outra.
Sou a orelha encostada na concha
da vida, sou construção e desmoronamento,
servo e senhor, e sou
mistério
A quatro mãos escrevemos este roteiro
para o palco de meu tempo:
o meu destino e eu.
Nem sempre estamos afinados,
nem sempre nos levamos
a sério.
Lya Luft

10 Comments:

  • At 11:50 da tarde, Blogger wind said…

    Bonito. Confesso que não conhecia a autora:) beijos:))**

     
  • At 7:28 da tarde, Anonymous zezinho said…

    Apenas a duas mãos, escrevo-te par te dizer que os caminhos nem sempre são coincidentes. A Amizade é de certeza.
    Um beijo

     
  • At 12:43 da tarde, Blogger manuel said…

    ter consciência do "palco do tempo" e brindar ao destino (desafinado, por vezes)!

    Somos os melhores espectadores de nós mesmos, não é Maria?

    Beijo

     
  • At 8:24 da tarde, Anonymous zezinho said…

    Caminhos paralelos, Maria?
    Um dia intersectam-se.
    Olha lá longe o horizonte onde tudo começa e acaba!
    Um beijo, minha querida e meiga amiga!

     
  • At 9:39 da tarde, Blogger on said…

    Gostei muito do Convite.
    Maria, aqui vai um convite também:
    Apareçam no Prozacland e ajudem a traduzir um poema Haiku.
    São só três linhas...

     
  • At 11:32 da tarde, Blogger on said…

    Maria,
    Obrigado pela visita!
    Gostei muita da tua tradução.
    Livre como o vento!
    Beijinho
    on

     
  • At 8:12 da tarde, Blogger M.P. said…

    Lindo este Poema a 4 mãos entre o destino e nós! Passei para te desejar uma Boa semana... A chuva veio para lavar o céu, o ar, ... tornar tudo bem mais verde e respirável! :)**

     
  • At 12:33 da tarde, Anonymous Kalashnikov said…

    Maria, andas ausente?
    Beijos.

     
  • At 12:33 da tarde, Anonymous zezinho said…

    Olá Maria.
    Apaixonada ou com muito trabalho?
    Beijinhos

     
  • At 1:43 da tarde, Anonymous Márcia said…

    Nem sempre estamos afinados,
    nem sempre nos levamos
    a sério.


    e acho que é este o segredo do bem viver. ;)

    beijo daqui, onde chooooveeee.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home