comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

quinta-feira, setembro 07, 2006



É URGENTE A POESIA

Procura a maravilha.
Onde um beijo sabe
a barcos e bruma.
No brilho redondo
e jovem dos joelhos.
Na noite inclinada
de melancolia.
Procura.
Procura a maravilha.

Eugénio de Andrade

9 Comments:

  • At 11:32 da manhã, Blogger vida de vidro said…

    Eterna busca essa, não é? Procurar o ser poético das coisas. Por aqui, encontra-se. **

     
  • At 3:52 da tarde, Blogger herético said…

    que o Eugenio me desculpe, mas em vez de "sabe", escreveria "sobe" a barcos e brumas...

    prazer em saber-te de regresso...

     
  • At 11:39 da tarde, Blogger JPD said…

    Sim, é muito importante manter viva uma certa insatisfação.
    Bjs

     
  • At 4:38 da tarde, Blogger Manel do Montado said…

    sempre gostei de EA, diz atnto em tão pouco.
    BJ

     
  • At 12:04 da manhã, Blogger Bartender said…

    Convite:
    Está convidada (o) a visitar o meu Bar, onde futuramente, se me autorizar, serão publicados poemas seus por mim escolhidos, sempre com menção ao autor.

    Um abraço

    http://poetasbar.blogspot.com/

     
  • At 11:44 da tarde, Blogger wind said…

    Sempre a procura da maravilha da poesia:)
    Sempre o teu bom gosto:)
    beijos

     
  • At 2:17 da tarde, Blogger Nilson Barcelli said…

    Essa procura deve ser permanente, nos joelhos e em tudo o que é vida.
    Um beijo.

     
  • At 1:56 da tarde, Anonymous Márcia said…

    Esse "Onde um beijo sabe/a barcos e bruma." é por si só a maravilha.

    beijo de comecinho de primavera, Maria.

     
  • At 5:27 da manhã, Blogger fernando said…

    Eugénio de Andrade, grande poeta. Parabéns pela selecção dos poemas. Gostei muito.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home