comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sábado, setembro 25, 2004

Para a Joana, para todas as Joanas deste país e do mundo…

lirio.bmp

BAIRRO NEGRO
Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar
Menino sem condição
Irmão de todos os nus
Tira os olhos do chão
Vem ver a luz
Menino do mal trajar
Um novo dia lá vem
Só quem souber cantar
Virá também
Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção
Olha o sol que vai nascendo
Anda ver o mar
Os meninos vão correndo
Ver o sol chegar
Se até dá gosto cantar
Se toda a terra sorri
Quem te não há-de amar
Menino a ti
Se não é fúria a razão
Se toda a gente quiser
Um dia hás-de aprender
Haja o que houver
Negro bairro negro
Bairro negro
Onde não há pão
Não há sossego
Menino pobre o teu lar
Queira ou não queira o papão
Há-de um dia cantar
Esta canção

José Afonso

9 Comments:

  • At 8:29 da tarde, Blogger M.P. said…

    Ao ler este poema, estava o ouvir o Zeca Afonso a cantar-mo ao ouvido!! Linda escolha, Maria!**

     
  • At 10:17 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Esta letra/música é das mais belas e tocantes de Zeca Afonso, ainda por cima depois de ontem ter ouvido músicas dele e de Adriano Correia de Oliveira numa estação de TV. Bela escolha Maria, beijos e boa semana:)***

     
  • At 11:36 da manhã, Blogger lique said…

    Não podias ter feito melhor escolha que um poema do Zeca. Por todas as crianças maltratadas deste mundo. beijinhos

     
  • At 11:00 da tarde, Blogger JPD said…

    É uma canção magnífica do Zé Afonso.
    Ouvia-a pela primeira vez em Faro. Andaria no 4º ano. Há quantos anos e dramaticamente actual!
    Bjs

     
  • At 1:47 da tarde, Blogger LetrasAoAcaso said…

    Maria não podias ter escrito melhor para homenagear a infeliz Joana vítima não apenas de uma mãe louca, mas de uma Sociedade louca. Lembro que a assistência social havia arquivado um processo por alegados maus tratos.

    Zeca está indelevelmente ligado à denúncia de todas as injustiças.

    Um beijo delicado e meigo, amiga do Zé

     
  • At 4:43 da tarde, Blogger manuel said…

    Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

     
  • At 12:12 da manhã, Blogger manuel said…

    que falta nos faz o Zeca e outros, não é Maria!

    (tentando novamante o comentário)

     
  • At 4:49 da tarde, Blogger LetrasAoAcaso said…

    Maria, " a desaparecisa" espero que pelas melhores razões, diz-me se estás bem, minha amiga!
    Beijitos.

     
  • At 5:27 da tarde, Anonymous Anónimo said…

    Olá! tenho passado por aqui quase todos os dias! Espero que esteja tudo bem! ** M.P.

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home