comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

terça-feira, setembro 21, 2004

outonal1.bmp

Seria Outono aquele dia…

"Mas quem diria ser Outono
se tu e eu estávamos lá?
(Tínhamos sono... Tanto sono!
É bom dormir ao deus-dará...)
E sobre o banco do jardim,
ante a cidade, o cais e o tejo,
seria bom dormir assim,
ao deus-dará, como eu desejo...
Mas o teu seio é que não quis:
tremeu demais sob o meu rosto...
Seria Outono aquele dia,
nesse jardim doce e tranquilo...?
Seria Outono...
Mas havia
todo o teu corpo a desmenti-lo."

David Mourão Ferreira

18 Comments:

  • At 1:32 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    Maria, mais um poema de David Mourão Ferreira, divinal, sensual de amor. Beijos:)** wind

     
  • At 11:22 da manhã, Blogger LetrasAoAcaso said…

    Maria, a escolha perfeita para marcar o dia com a sensualidade.

    Minha amiga, será que estás apaixonada? - Começo a pensar que sim!

    Beijos muito meigos do teu amigo, Zé

     
  • At 1:31 da tarde, Blogger Márcia Maia said…

    Que delícia de poema, Maria.
    Um beijo por ele.

     
  • At 3:19 da tarde, Blogger lique said…

    Obrigada, Maria, por este poema de David Mourão Ferreira. Ler o que escolhes para nós é sempre um prazer que se renova. beijinhos

     
  • At 9:07 da tarde, Blogger M.P. said…

    Lindo poema este sobre o Outono! Sou um bocado suspeita a falar de quem o escreveu! Tive a Honra de o ter como Professor! :)**

     
  • At 10:35 da tarde, Blogger JPD said…

    Inexcedível na exaltação de emoções , de paixões, o David Mourão Ferreira.
    Bjs

     
  • At 10:52 da tarde, Blogger Alma de Poeta said…

    Lindissimo esse poema que não conhecia, tal como lindo é o teu blog

     
  • At 11:11 da tarde, Blogger maria said…

    Na minha opinião,um dos poetas da língua portuguesa que melhor cantou o amor, Wind!
    Beijinho, fica bem

     
  • At 11:14 da tarde, Blogger maria said…

    Estou sim, Zé! E por muitas coisas!!!(Eheheheh)...Aliás, estar-se apaixonado dá outra qualidade de vida, não é???
    Beijito, Zé...:))

     
  • At 11:15 da tarde, Blogger maria said…

    Uma delícia sim, Márcia, como tantos outros deste autor...
    Beijinho deste lado de cá...:))

     
  • At 11:17 da tarde, Blogger maria said…

    Obrigda eu pelas tuas palavras, lique... Beijinho e bom resto de semana...:))

     
  • At 11:19 da tarde, Blogger maria said…

    Deve ter sido um imenso prazer, MP,e, acredito, um privilégio também...
    Beijinho, bom resto de semana para ti...:))

     
  • At 11:21 da tarde, Blogger maria said…

    Olá Zézinho! Inexcedível, sim!!! Um dos melhores no seu género... Beijinho grande e um bom resto de semana...:))

     
  • At 11:22 da tarde, Blogger maria said…

    Alma de Poeta, olá! Obrigada pela visita que retribuirei, e pelo comentário também... Um beijo e fica bem...:))

     
  • At 12:37 da manhã, Anonymous Anónimo said…

    belo, Maria! o corpo do Desejo sobre as contigência do tempo e das estações...

    beijos

    DonBadalo

     
  • At 12:37 da tarde, Blogger LetrasAoAcaso said…

    Claro que dá Maria.
    Folgo saber-te apaixonada e feliz.
    Desejo que esse amor seja eterno.
    Beijos amiga.

     
  • At 9:56 da tarde, Blogger maria said…

    E belo também é o teu comentário, Manel! Beijinho, fica bem...:)

     
  • At 10:00 da tarde, Blogger maria said…

    E haverá amores eternos, Zé?
    Mas que interessa, não é? O que interessa é que sejam eternos enquanto durem, o mesmo que é dizer que, enquanto o sejam, sejam vividos em pleno...
    Beijinho, fica bem...:))

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home