comorosasdeareia

palavras...como "rosas de areia" ou "flores do deserto"...

sábado, junho 04, 2005

encontro1.bmp
Sinais Que No Amor Se Adiantam


No teu olhar se esfuma e desvanece
A cidade onde o corpo por enquanto é preciso.
É quando a outra face do luar aparece
E o balir das ovelhas tem o som do meu riso.
Para tapar meu seio já nenhum astro tece
A roupa com que outrora saí do paraíso.
O pudor é da terra. Só por isso anoitece
E a nudez dos amantes é não darem por isso.
A semente do filho que em nós amadurece
Trouxe-a no bico a pomba que o seu reino prepara.
Por isso na cidade já ninguém nos conhece
Pois que ambos trazemos esse filho
na cara.

Natália Correia

7 Comments:

  • At 11:10 da tarde, Blogger wind said…

    Belo este poema de Natália Correia. Mais uma bela escolha que fizeste;) beijos:)**

     
  • At 12:23 da manhã, Anonymous Márcia said…

    Belo demais. Beijo!

     
  • At 10:47 da manhã, Anonymous manuel said…

    Poeta da Mátria, poeta de feminino. Muito belo. Bom domingo. Beijos, Maria

     
  • At 9:56 da tarde, Blogger JPD said…

    Olá maria!

    Lindíssimo este poema.
    Belíssima escolha.
    Beijinhos

     
  • At 10:29 da tarde, Blogger lique said…

    Bonito, Maria! Gosto muito da poesia intensa de Natália Correia. Tem uma boa semana. Beijinhos

     
  • At 3:28 da tarde, Blogger Nilson Barcelli said…

    Bonito poema o que escolheste.
    Não o conhecia.

    Beijo***

     
  • At 10:05 da tarde, Blogger M.P. said…

    Olá, Maria! Natália Correia nesta vertente é impar .. Assim como o é no uso da sua ironia! LINDO Poema! Boa semana!! :)**

     

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home